sábado, 11 de novembro de 2017

E sai mais um pedido do Chef....

E de repente os dias vão se tornando mais pequenos... 
O frio mantêm-se... e lá no alto das montanhas Cántabras já se vê que alguém andou a pintá-las de branco... Fecho os olhos e já cheira a Natal... 
Nos supermercados já se encontram os torrões que eu tanto adoro... Hum.....
E no meio das rotinas de fim de semana o chef faz um pedido especial... "Hoje quero castanhas..." Afinal estamos no S.Martinho... e o que seria deste dia sem as deliciosas castanhas...
Aproveitei este pedido e pus mãos à obra com uma receita que faz tempo que queria experimentar...
E assim... hoje sai mais um pedido do Chef... Lombo de porco recheado de alheira com castanhas...
Perfeito para dias especiais com pessoas especiais... Ele...






Ingredientes:
1 lombo de porco de cerca de 1kg
sal
pimenta
1 alheira
cajus
uvas passas
azeite virgem extra
150ml de vinho branco
100g de manteiga
1 folha de louro
2 dentes de alho
ervas aromáticas a gosto (opcional)
salsa fresca
300g de castanhas




Preparação:
Limpar e abrir o lombo de porco no sentido do comprimento sem separar as metades.
Temperar dos dois lados com sal e pimenta de moinho.
Retirar a pele da alheira e desfazê-la.
Distribuir pelo lombo os pedaços de alheira, os cajus e as uvas passas.
Enrolar a carne e atá-la com fio de cozinha.
 Pré aquecer o forno a 180ºC.
Levar um tacho ao lume com um fio de azeite virgem extra e quando estiver quente dourar o lombo recheado por todos os lados.
Colocar o lombo recheado e selado num tabuleiro.
Regar com um fio de azeite virgem extra e o vinho branco.
Colocar a folha de louro e os dentes de alho esmagados e se preferir um pouco de ervas aromáticas a gosto.
Tapar o tabuleiro com uma folha de alumínio e leve ao forno durante aproximadamente 40 minutos.
Entretanto coza as castanhas em agua e sal por aproximadamente 40 minutos em lume médio.
Deixar arrefecer e retirar a pele.
Retirar a folha de alumínio e deixar dourar por aproximadamente 15 minutos.
Acrescentar as castanhas 5 minutos antes do lombo estar dourado.
Quando terminar de assar o lombo, retire o lombo para uma tábua, tire o fio de cozinha e corte-o em fatias.
Coe o líquido de assar o lombo para um tacho e leve-o a lume brando.
Coloque a manteiga e mexa até derreter a manteiga.
Sirva a carne de porco assado com as castanhas e polvilhadas com a salsa picada junto com o molho e acompanhe com arroz branco.




Resultou num prato muito saboroso...
Gostamos bastante da mistura de sabores e da textura do recheio...  
As castanhas casam na perfeição com a carne...
E o molho faz toda a diferença... 
O chef saboreou... repetiu... e isso deixou-me com um sorriso de orelha a orelha pois se foi do seu agrado significa que vem aí um beijo de recompensa....  ;)
Depois desse beijo de agradecimento resta comer umas boas castanhas assadas e um bom golo de jeropiga...
E assim se passam os dias... 
Que tenham um fantástico e feliz dia...
Um abraço nosso e até à volta...


terça-feira, 7 de novembro de 2017

E finalmente chegou a chuva e o frio...

Bom dia com alegria e muito frio...
Pois é... a chuva e o frio finalmente chegaram... 
Tardou mas chegou... heheheheheh...
Com eles chegam também algumas rotinas...
Finalmente as roupas mais leves ficam por casa...  dando lugar às roupas mais quentes...
Casacos... camisolas... botas... gorros... luvas... começam a viajar connosco...
Para trás ficam os coletes e as mangas curtas...
Os casacos refletores quentes e impermeáveis e todos janotas começam a circular pelos clientes habituais...   
O garrafão da agua é mantido dentro da cabine do camião para estar quentinho quando for preciso lavar a cara pelas manhãs...
Quando a chuva começar a fazer das delas nas cargas e descargas começam as mudas de roupa uma e outra vez....
Por casa já apetece ligar o aquecimento... 
O forno começa a trabalhar mais vezes.... e cada vez mais dá-se as boas vindas à comida de conforto...  
As manhãs de fim de semana são elas cheias de preguiça... ao som da chuva do vento e de alguns raios de sol tímidos...
E há rotinas que se mantêm também elas quer faça sol... chuva ou frio... como estas deliciosas Panquecas de iogurte e maracujá... para fins de semana perfeitos...



Ingredientes:
1 iogurte natural  
1 ovo  
3 colheres de sopa de açúcar
7 colheres de sopa de farinha
1 colher de chá de fermento  
50ml de leite
polpa de 6 maracujás  
1 colher de sopa de óleo vegetal maple syrup
1 manga
mirtilos
framboesas
algumas folhas de hortelã
polpa de 4 maracujás



Preparação:
Misture bem o iogurte com o açúcar e junte-lhe o ovo misturando bem.
Junte depois a farinha e o fermento e incorpore o leite pouco a pouco até obter uma mistura grossa e homogénea sem grumos.
Junte o óleo e a polpa dos 4 maracujás e misture bem.
Leve uma frigideira anti aderente ao lume e unte-a ligeiramente.
Coloque colheradas de massa para formar as panquecas do tamanho que desejar.
Quando começarem a formar bolinhas à superfície estão prontas a virar.

Decore a gosto com a manga cortada em fatias, a polpa dos restantes maracujás, as framboesas e os mirtilos, 
Sirva regadas com maple syrop e com as folhas de hortelã cortadas em pedacinhos.





Resultaram numas exóticas, crocantes e saborosas panquecas... 
Exóticas pela mistura de sabores das frutas.... crocantes pelas sementes dos maracujás e saborosas porque foram feitas com muito amor.... 
A receita já é um clássico cá em casa... apenas acrescentei a polpa dos maracujás para sair da rotina... e o resultado final foi do nosso agrado...
E assim se vai caminhando para o final do ano... e do Natal...   
Enquanto isso aqui vamos nós... destino... Angers... e hoje com uns raios de sol...
Um grande abraço nosso e até ao regresso...

 

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Uma salada para despedir Outubro...

E chegamos ao fim de Outubro... 
Tenho a sensação que o Agosto ainda não foi embora... 
Olho lá para fora e vejo um sol que teima em ficar com armas e bagagens... 
A temperatura está amena e convida a passeios.... 
A roupa estendida lá fora seca num abrir e fechar de olhos...   de repente vejo as horas e o relógio teima em me dizer que já estamos a caminho do inverno... 
Os dias são cada vez mais pequenos e as noites vão cada vez ficando mais frias... 
No meio disto tudo dou comigo a preparar uma salada....
Uma salada colorida... saudável... e deliciosa...
Hoje temos uma Salada de tomate e beterraba para despedir Outubro...






Ingredientes (para dois):
4 tomates 
4 beterrabas cozidas
couve roxa 
cajus
1/2 maçã
queijo Camembert
pimenta de moinho
oregãos
azeite virgem extra
vinagre de maçã
sal



Preparação:
Lavar e cortar os tomates em rodelas e reservar.
Cortar as beterrabas em fatias e reservar.
Cortar a couve roxa em juliana e reservar.
Cortar a maçã em meias luas e reservar. 
Distribuir pelos pratos, alternadamente, as rodelas de tomate e as de beterraba.
Colocar ao meio a couve roxa e distribuir os cajus, a maçã, e o queijo cortado em fatias.
Temperar com a pimenta de moinho a gosto e os oregãos.
Numa taça juntar um pouco de azeite virgem extra, uma pitada de sal e um pouco de vinagre de maçã.
Mexer para emulsionar e regar a salada com esta mistura.
Servir.


Resultou numa saborosa salada. O tomate casou na perfeição com a beterraba e os cajus deram-lhe uma textura crocante. O queijo Camembert ficou muito saboroso com o molho.
Ficamos fãs...
Uma refeição ou um acompanhamento perfeito... Perfeito para despedir estes dias resistentes de sol e temperaturas amenas...
Por cá as roupas mais quentes já viajam connosco... Mais vale prevenir que remediar...pois as noites essas já pedem casacos e bebidas quentes... 
As viagens continuam a um ritmo meio normal... As rotinas repetem-se e isso faz prever que desejo a chegada do fim de semana para conjugar o verbo preguiçar ...
Um grande abraço nosso e sejam felizes... Nós vamos ali e já voltamos....

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Panquecas de fim de semana...

Olá..
Bom dia com alegria...
Há rituais que nunca mudam...
E se mudam... só é permitido que sejam para melhor....
Um desses rituais são os pequenos almoços de fim de semana...
Lentos... deliciosos...  cheios de mimos... e com um ingrediente fundamental e imprescindível à mistura... o Amor...
Sem dúvida uma pitada deste condimento faz maravilhas e dá um sabor verdadeiro a tudo...
Deveríamos de utilizar mais vezes este pozinho milagroso... ;)
E se ás panquecas juntarmos fruta... mirtilos e framboesas... que são já um clássico cá por casa e que todos nós (eu e ele) adoramos temos o casamento perfeito para uma refeição saborosa e equilibrada...  Quem consegue resistir?
Depois só falta mesmo o beijo de pagamento da praxe e claro o sorriso vaidoso de orelha a orelha para terminar a manhã em perfeita harmonia...
E por tudo isso hoje temos Panquecas de banana e canela... 



Ingredientes:
2 bananas maduras
2 ovos
50g de flocos de aveia
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 colher de chá de canela em pó
óleo vegetal para untar a frigideira
Maple syrup 
mirtilos, framboesas, pêssegos e uns raminhos de hortelã para decorar




Preparação:
Esmague bem as bananas numa taça.
Junte os ovos e bata até ficar tudo bem ligado.
Acrescente os flocos de aveia, o extrato de baunilha e a canela em pó, enquanto continua a bater.
Aqueça uma frigideira com um fio de óleo vegetal.
Deite uma concha pequena de massa e deixe cozinhar durante dois ou três minutos, até começar a ver bolhas a formarem-se à superfície.
Vire a panqueca e cozinhe do outro lado, durante mais um ou dois minutos, até começar a ficar dourado.
Sirva com a fruta a gosto, regue com o Maple syrup e polvilhe com a hortelã.




As panquecas ficaram saborosas.... gostei bastante do resultado final...
Simples e cheias de sabor...
A sugestão veio daqui...  e ainda tenho mais três para experimentar... :)
Cá por casa temos sempre mirtilos e framboesas... umas vezes congelados outras vezes frescos... 
E gostamos particularmente de as adicionar nas panquecas... assim como a hortelã, que lhes dá uma frescura e sabor inconfundível... 
E assim no meio de rituais e rotinas vamos passando o tempo...
As viagens são também elas marcadas por rotinas... Hoje o destino é Angers.... 
Fiquem bem... sejam e façam felizes e usem e abusem deste tempero que é o Amor...
Um abraço nosso e até ao regresso...



terça-feira, 26 de setembro de 2017

O Regresso e um bolo para celebrar

Olá bom dia com alegria... e muitas saudades vossas... :)
Puxa vida... no meio de tanta confusão... férias repartidas por pedacinhos... avarias de carro uma duas e três vezes... preguiça muita... muito trabalho... muito cansaço... um curso de aptidão profissional de uma semana que mais parecia um mês...  e também muitas alegrias...  estar junto da família... dos amigos e em casa... a nossa... o tempo foi passando e passando e eu sempre deixava para amanhã o tão desejado regresso...
A cozinha essa esteve sempre a funcionar... e de lá sairam muitas coisas boas.... umas que consegui fotografar a tempo e que agora vou partilhando aos poucos.... outras onde não sobrou nada para ficar na história.... enfim... assim se tem vivido nesta casa.... hehehehehe.... uma verdadeira confusão...
Mas hoje foi o dia... até porque recuso-me a fechar este cantinho.... :)
E nada melhor que um delicioso bolo para celebrar.... o regresso.... Um Bolo de Framboesas e chocolate preto....  






Ingredientes:
100g de manteiga sem sal, aos pedaços
1/2 chávena de açúcar
1/4 chávena de leite
200g de chocolate preto cortado aos pedaços
2 ovos
2 chávenas de farinha sem fermento
1 colher de chá de fermento
1 chávena de framboesas 





Preparação:
Aqueça o forno a 180ºC.
Forre uma forma com papel vegetal, reserve.
Coloque a manteiga, o açúcar, o leite e metade do chocolate preto numa panela pequena em lume baixo.
Cozinhe, mexendo por 4 a 6 minutos ou até o chocolate derreter.
Deite a mistura para uma tigela e deixe arrefecer ligeiramente.
Junte os ovos, a farinha e o fermento na mistura de chocolate.
Incorpore delicadamente.
Junte as framboesas e o restante chocolate preto, envolva.
Deite a massa na forma preparada.
Leve ao forno 20 a 30 minutos ou até que um palito inserido no centro saia somente com algumas migalhas húmidas agarradas.
Retire do forno e deixe arrefecer antes de servir. 

Acompanhar com iogurte natural, framboesas e raspas de chocolate.




Resultou num delicioso bolo desde a preparação até ao último bocadinho desaparecer... 
Parece uma mousse e apetece comer todinha antes de ir ao forno heheheheh.... mas se conseguirmos resistir somos compensados pois o sabor é realmente saboroso e a consistência é mesmo essa fofa... Um casamento perfeito com o iogurte e as framboesas frescas...

A receita já é antiga cá no blog.... apenas troquei o chocolate branco por chocolate preto... e todos... eu e o chef cá de casa... adoramos o resultado... a repetir sem sombra de dúvida...
E com este fantástico bolo regressamos...
De resto tudo se mantém igual... as viagens continuam... apenas o tempo vai mudando... uns dias sol... outros chuva... e as noites que teimam em ser frias e silenciosas.... 
Desejamos a vinda do fim de semana para pôr o descanso em dia...
Um grande abraço nosso e um obrigado do fundo do coração por estarem sempre presentes mesmo quando nós estamos ausentes....


sexta-feira, 31 de março de 2017

A pedido do chef hoje temos sardinha petinga...

Bom dia com alegria...
E cá estamos nós uma vez mais....
Num abrir e fechar de olhos já estamos no fim de Março... 
Daqui a nada já estamos na Pascoa e a saborear os deliciosos folares....
E isso tudo significa que daqui a nada estamos de férias outra vez... que bom....
Sempre que a cara metade vai comigo fazer as compras pergunto-lhe se lhe apetece algo especial para levar para casa...
Esta semana não foi exceção... O chef depois de dar umas voltas pelo supermercado foi à peixaria e saiu de lá com um saco cheio de coisas boas.... 
Entre elas umas pequeninas e deliciosas sardinhas...
"Hoje apetece-me sardinhas fritas com arroz de tomate..."
E prontos.... esta decidido... a pedido do chef hoje temos Risoto de tomate com sardinhas petinga.... uma sugestão perfeita para mais uma sexta feira de quaresma....




Ingredientes:
Para o risoto:
150g de risoto
½ chávena de vinho branco
azeite virgem extra
1 cebola pequena
2 dentes de alho esmagados
1 litro de caldo de legumes
sal e pimenta de moinho
um pouco de sumo de limão
manteiga
queijo parmesão
salsa picada

Molho de tomate:
1 embalagem de tomate triturado
azeite virgem extra
orégãos
½ colher de sopa de açúcar
1 pitada de sal
pimenta de moinho

Para as sardinhas:
sardinhas petingas q.b.
2 ovos
farinha
pão ralado
2 limões
sal e pimenta de moinho
óleo para fritar
uns raminhos de salsa




Preparação:
Para o molho de tomate, colocar o tomate triturado ao lume com uma colher de sopa de azeite, 1 colher de sopa de orégãos, o açúcar, a pimenta de moinho e uma pitada de sal.
Deixar cozinhar em lume brando por 25 minutos, mexendo de vez em quando.
Reservar.
Para as sardinhas, lavar e secar as sardinhas com ajuda de papel de cozinha.
Bater os ovos ligeiramente e temperar com um pouco de sal e pimenta de moinho.
Passar as sardinhas pela farinha, depois pelo ovo batido e por fim pelo pão ralado.
Fritar em óleo bem quente até ficarem douradas a gosto.
Retirar e deixar repousar sobre papel absorvente.
Para o arroz:
Preparar o caldo de legumes.
Costumo utilizar a água de cozer legumes que servem de acompanhamento para outra refeição.
Manter quente enquanto faz o risoto.
Fazer um refogado com a cebola picada e 2 dentes de alho esmagados, em lume brando para não queimar.
Adicionar o risoto e deixar fritar, mexendo sempre, até ficar translucido.
Adicionar o vinho branco. Mexer sempre até o vinho evaporar.
Em seguida, juntar aos poucos o caldo de legumes, mexendo e deixando sempre ser absorvido pelo arroz, antes de acrescentar mais um pouco.
Quando o arroz estiver quase pronto, juntar o molho de tomate e deixar acabar de cozer.
Temperar de sal e pimenta de moinho.
Retirar do lume, juntar e bater a manteiga, o queijo, a salsa picada e o sumo de limão.
Tape e deixe repousar 1 minuto.
Servir o arroz acompanhado com as sardinhas e polvilhados com salsa picada e com uns gomos de limão.



Resultou numa fantástica combinação de sabores e texturas.... 
O risoto estava perfeito....cremoso.... e não estava ácido...
Ao principio não tinha a certeza de como fazer risoto de tomate... não sabia se tinha que juntar antes o tomate ou depois....  
Sabia que um risoto não podia ser um simples arroz de tomate.... tinha que ser cremoso e com o tomate cozinhado na perfeição....
Depois de pensar um pouco decidi fazer o meu molho de tomate preferido e acrescenta-lo  no fim... 
Em boa hora o pensei e o fiz...
As sardinhas ficaram bem saborosas e crocantes... o casamento perfeito....
O chef cá de casa deliciou-se e aprovou sem pestanejar esta fantástica refeição...
Adoro quando ele me ajuda a decidir o que vai ser o almoço... e adoro quando no final recebo um elogio.... " Estava delicioso"....
Sim.... uma vez mais fiquei com um sorriso de orelha a orelha....
Afinal... comer peixe pode ser divertido... saboroso... e super fácil...
Nós por cá andamos... as viagens essas são uma mistura de rotina e coisas novas....
Continuamos com sol... chuva.... frio.... e montes de roupa no camião....
O melhor de tudo isto é a água do pote onde lavamos a loiça no camião estar agradavelmente quente.... Podia estar assim no Inverno... ;)
Bem.... um grande abraço nosso e até ao regresso...