sexta-feira, 18 de maio de 2018

Coisas simples e saborosas para dias onde reina a preguiça...

Bom dia com alegria...
De vez em quando... quase que vejo os dias passarem devagarinho...
Os dias e as noites mais parecem anos... em câmara lenta...
Talvez o cansaço tenha culpa... talvez as viagens tenham culpa...
O certo é que de vez em quando os dias de trabalho passam a ter 21h... e desejas que chegue a hora de dormir... ou de simplesmente nada fazer...
Este mês é sem duvida um mês muito complicado para trabalhar por terras Francesas.
Muitos feriados significam muitas horas sem poder conduzir e muitas horas a dormir de dia... e se a isso juntares o regresso do calor resultam viagens complicadas...
E sempre que há viagens complicadas regressam as viagens urgentes... Enfim... 
Bom bom é mesmo chegar a casa... tomar um bom banho... e preparar refeições fáceis... rápidas e que nos alimentam a alma e o estômago...
Por isso hoje há Fideos com bacalhau... uns cotovelinhos deliciosos perfeitos para recarregar baterias....




Ingredientes (para dois):
2 postas de bacalhau
1 cebola
2 tomates maduros
1 cenoura
1 pimento vermelho
fideos q.b. (cotovelinhos)
1 colher de sopa de pimentão doce
sal e pimenta de moinho a gosto
azeite virgem extra
salsa




Preparação:
Cozer o bacalhau em abundante água.
Retirar o bacalhau e deixar ferver a água da cozedura até espessar.
Reservar.
Num tacho aquecer um fio de azeite virgem extra e refogar a cebola picada em lume brando.
Juntar a cenoura e o pimento vermelho também picados.
Deixar cozinhar por 4 minutos.
Incorporar o pimentão doce e os tomates triturados.
Deixar evaporar os líquidos até obter um refogado bem seco.
Juntar os fidos e acrescentar a água da cozedura bem reduzida.
Quando os fideos estiverem cozidos (segundo as instruções da embalagem) juntar o bacalhau limpo de espinhas e em pedaços.
Temperar a gosto com sal e pimenta de moinho.
Mexer e deixar cozinhar por mais 6 minutos.
Retirar do lume e servir polvilhado com salsa picada.



Resultou numa saborosa refeição.
Gostei bastante deste casamento...
É super fácil de fazer e tem um sabor fantástico.
A receita original é dos Irmãos Torres e é feita com polvo.
Assim que a vi imaginei que ficaria super bem com bacalhau e acertei em cheio. Mas com toda a certeza também a vou experimentar com polvo.
Esta sugestão é perfeita para levar na marmita...

E assim vamos nós por aqui...
Esperando que chegue o fim de semana para carregar baterias e conjugar o verbo preguiçar.... 
Um grande abraço nosso e até breve...

terça-feira, 24 de abril de 2018

Novas rotinas... novas experiências... e um pastel delicioso...

Bom dia com alegria....
E assim num abrir e fechar de olhos os dias vão passando...
Apesar dos dias serem de sol e algum calor as noites continuam frias... 
Uns dias as nuvens dão o ar da sua graça noutros o sol faz procurar aqui no camião as roupas mais leves...
Assim sendo... por aqui ainda andamos acompanhados com as duas estações.... mais vale prevenir que remediar...
As viagens continuam... os destinos mudaram um pouco... e damos inicio a novas rotinas... 
Um dia andamos de noite... no dia seguinte andamos de dia... e assim sucessivamente...
Um dia conduzimos na calmaria da noite... no outro desesperamos com as asneiras dos outros e desejamos a lua como companhia....
Enfim... desabafos de quem anda de um lado para o outro... num circulo vicioso...
Anseio a chegada dos fins de semana para esquecer toda a confusão e carregar baterias...
E nada melhor que fazer terapias na cozinha... e experimentar coisas novas...
Por isso hoje temos um delicioso Pastel de cabracho... perfeito para partilhar em dias especiais e não só...








Ingredientes:
500g de cabracho 
6 gambas descascadas
4 ovos
2 tomates
salsa
125ml de nata liquida
manteiga
sal e pimenta de moinho
ovas de salmão
tostas com passas 
brotes verdes
maionese
cebolinho




Preparação:
Lavar e tirar a pele aos tomates.
Retirar as espinhas e a pele ao peixe. Cortar em pedaços e lava-lo. Triturar ambos com as gambas uns minutos até obter uma mistura lisa e homogénea.
Partir os ovos, separando as gemas e as claras.
Incorporar as primeiras, junto com a nata, à mistura do peixe e bater com uma vara de arames até que se incorporem.
Temperar com um pouco de sal, pimenta de moinho e a salsa. Mexer bem.
Montar as claras em castelo e envolver-las à mistura.
Pré aquecer o forno a 180ºC.
Barrar um molde com manteiga e cobrir o fundo com papel vegetal.
Verter a mistura e cozer no forno, em banho maria, por 20 minutos.
Deixar arrefecer e desmoldar.
Servir com os brotes verdes, as ovas, as tostas com passas, um pouco de maionese e o cebolinho picado.



Resultou numa saborosa e bonita entrada.
Um casamento perfeito... pois todos os ingredientes combinam na perfeição.
As ovas de salmão foram um capricho que valeu a pena cada centavo... 
A receita original veio da revista "Cocina Fácil" nº 238 e já estava debaixo de olho faz tempo pois é um prato que adoro comer por cá e queria experimentar.
Na receita não mencionavam se o cabracho era utilizado cozido ou cru, e depois de pesquisar um pouco decidi coze-lo e utilizar depois. Decidi também juntar as natas e das gemas e só depois triturar com a varinha mágica para facilitar a mistura. Resultou bastante bem...
Na hora de comprar as ovas, não encontrei as ovas de truta e trouxe as que havia que eram as de salmão que apesar do elevado preço fizeram a diferença.
Fiquei muito feliz com o resultado final...
Para a próxima utilizarei um molde mais pequeno e mais alto... ;)
A cara metade elogiou e saboreou e eu fiquei com um grande sorriso de orelha a orelha...
Uma excelente sugestão para dias de festas.
Pode-se fazer no dia anterior e guardar no frigorifico.
E assim se vai passando o tempo... carregando e descarregando as baterias....
Um grande abraço nosso e até ao regresso...

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Panquecas para começar bem o dia....

Bom dia com alegria....
Parece... que os dias de sol regressaram...
A verdade é que já tinha saudades destes dias... vocês não?
Adoro despertar-me pela manhã... abrir a janela... deixar os raios de sol entrar e voltar para a cama...
Normalmente isto só acontece aos fins de semana mas uma que outra vez isso acontece a meio da semana... e ontem foi dia de preguiçar...
Se juntarmos a isso a vontade de mimar a cara metade que acabou de completar mais um aniversario... temos os ingredientes necessários para um pequeno almoço com Panquecas de iogurte e tangerinas... 




Ingredientes:
1 iogurte natural
1 ovo
3 colheres de sopa de açúcar

8 colheres de sopa de farinha 
1 colher de chá de fermento
50ml de leite

raspa e sumo de 2 tangerinas
1 colher de sopa de óleo vegetal
maple syrup
mirtilos

framboesas
2 tangerinas
folhas de hortelã 




Preparação:
Misture bem o iogurte com o açúcar e junte-lhe o ovo misturando bem.
Junte depois a farinha e o fermento e incorpore o leite pouco a pouco até obter uma mistura grossa e homogénea sem grumos.
Junte o óleo e misture bem.

Acrescente as raspas e o sumo das tangerinas.
Leve uma frigideira anti aderente ao lume e unte-a ligeiramente.
Coloque colheradas de massa para formar as panquecas do tamanho que desejar.
Quando começarem a formar bolinhas à superfície estão prontas a virar.

Decore com rodelas de tangerina, mirtilos, framboesas e algumas folhas de hortelã e sirva regadas com maple syrop.



Gosto particularmente destas panquecas... são muito saborosas e muito versáteis...
Desta vez resolvi dar-lhes o toque das tangerinas.... e ficaram muito saborosas...
Começar os dias com panquecas só pode ser bom sinal... 
E depois de um descanso cheio de mimos e de carregar baterias... damos continuidade as viagens...
Na bagagem começa a fazer falta a roupa leve... mas disso tratamos no próximo fim de semana... :)
Um grande abraço nosso e até ao regresso...

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Terapias para dias cinzentos....

Olá amigos...
Dizem que a Primavera chegou... mas a verdade é que ela deve andar zangada... ou fugida... heheheh... ou outra coisa qualquer....
Os dias frios e cinzentos vão alternando com dias de chuva...
Um que outro dia... pelo menos aqui na bonita Cantábria... o sol dá o ar da sua graça...
A vontade de estar em casa vence qualquer tentativa de sair de casa...
A preguiça instala-se... e tomam-se medidas... Comida de conforto.... comida que aquece a alma... a casa.... e deixa os vizinhos adivinharem o que se anda a fazer...
Adoro dias assim...
Por isso hoje a sugestão é uma deliciosa Perna de Peru ao sal com endividas... 





Ingredientes:
1 perna de peru grande desossada
4 endivias
8 lonchas de presunto (ou bacon)
1 clara de ovo
alecrim seco
pimenta de moinho
sal
alho em pó
açúcar
cebolinho 
1kg de sal grosso
azeite virgem extra




Preparação:
Limpar a perna de peru e temperar com um pouco de sal, pimenta de moinho e um pouco de alho em pó por todos os lados.
Juntar o alecrim ao sal grosso. Acrescentar a clara e se necessário juntar um pouco de agua se verificar que fica muito espesso.
Pré aquecer o forno a 200ºC.
Colocar uma capa fina desta mistura num tabuleiro que possa ir ao forno.
Colocar por cima a perna de peru e juntar o resto do sal de maneira a que a carne fique totalmente coberta.
Pressionar com a ajuda das mãos para que fique compacta.
Levar ao forno e assar por aproximadamente 45 minutos.
Lavar e secar as endivias.
Cortar-las pela metade no sentido longitudinal.
Temperar com um pouco de pimenta de moinho e um pouco de sal. Salpicar com um pouco de açúcar e enrolar-las nas lonchas de presunto e regar-las com um fio de azeite virgem extra.
Dourar as endivias numa sertã anti aderente até que fiquem tenras.
Tirar a perna de peru do forno, retirar a capa de sal rompendo-a com ajuda duma faca e corta-la em pedaços. Servir a carne com as endividas e polvilhadas com cebolinho picado.




Resultou numa deliciosa refeição... gostei particularmente das endividas que casaram na perfeição com a carne.
A sugestão veio da revista Cocina Fácil nº 241.
A sugestão original era com uma fantástica perna de cordeiro mas como não tinha cordeiro e tinha umas lindas endividas resolvi experimentar com uma perna de peru que estava mesmo à minha espera heheheheh...
O peru é uma carne que precisa de temperos pois tem um sabor característico... daí eu temperar com sal, pimenta e alho em pó e ficou muito saborosa. Retirei a pela e não se notou o sal da cobertura.
A cara metade surpreendeu-se com as endividas.... e eu fiquei com um sorriso de orelha a orelha...
Afinal resultou numa excelente terapia... 
E no meio de dias cinzentos e muita chuva as viagens continuam... 
Um grande abraço nosso e até ao regresso...


quinta-feira, 5 de abril de 2018

Uma Clafoutis para toda a família... ou quase toda :)

Olá amigos...
Que tal correu a vossa Páscoa? Muitos doces?... Muitos mimos?...
Muito descanso?...
Esperamos que sim... 
Por cá souberam tão bem estas mini mini férias....
Foi bom estar junto da família e daqueles que nos amam.
Pena foi mesmo o tempo ser tão pouco... 
A chuva marcou o antes e o depois... e o sol brilhou neste dia tão especial...
Entre as rotinas e tradições que estão presentes nestas festas... houve tempo para aproveitar umas deliciosas pêras e juntar toda... ou quase toda a família ... heheheheh.... pois somos uma grande família... à volta de uma excelente Clafoutis de Pêra e pepitas de chocolate....



Ingredientes:
3 pêras grandes 
4 ovos
140g de açúcar moreno
60g de farinha peneirada
60g de farinha de amêndoas 
20cl de leite
20cl de natas
1 vagem de baunilha 
3 colheres de sopa de Armagnac
1 pitada de sal
pepitas de chocolate q.b.
açúcar em pó para polvilhar

Para a forma:
20g de manteiga
1 colher de sopa de açúcar moreno.




Preparação:
Pré aquecer o forno a 200ºC.
Descascar as pêras, retirar as sementes e corta-las em quartos.
Num recipiente juntar os ovos, o açúcar, a farinha e a farinha de amêndoas.
Mexer bem e juntar o leite e as natas.
Mexer para incorporar.
Cortar a vagem de baunilha na longitudinal e retirar as sementes com a ajuda de uma faca.
Juntar-las no recipiente com o Armagnac.
Misturar bem e acrescentar uma pitada de sal.
Barrar a forma com a manteiga e polvilhar com o açúcar.
Repartir as pêras pela forma e dividir as pepitas de chocolate.
Verter a massa e levar ao forno por 30 minutos. 
Servir morna e polvilhada com um pouco de açúcar em pó.



Resultou numa deliciosa sobremesa...
Gostei da textura e do contrastre de sabores entre a pêra e o chocolate....
A receita veio do livro “Charlottes & clafoutis”   da Hachette Pratique, apenas acrescentei as pepitas de chocolate.
Este tipo de sobremesa sabe muito bem ainda morna... 
Tanto o chef como o resto das "cobaias" heheheheheh.... gostaram bastante deste feliz casamento...
E assim em modo pós coisas boas andamos... de regresso ao trabalho as rotinas impõem destinos e horários...
Na bagagem trazemos as coisas boas da Mãe.... e um pouco da nossa Páscoa... pois nada se estraga... tudo se transforma....
Um grande abraço nosso e até breve...

terça-feira, 27 de março de 2018

Uma receita duas sobremesas....

Olá amigos...
E num abrir e fechar de olhos já estamos na semana da Páscoa...
Anseio a chegada das mini férias... para estar junto dos meus... 
Tenho saudades de dizer o quanto gosto deles... 
A vida é demasiado curta e nunca devemos deixar para depois aquilo que devemos dizer hoje...
Devemos ficar com o sentimento que fizemos tudo aquilo que queremos e com quem queremos... 
Temos que o fazer hoje e agora pois o amanhã pode ser tarde demais e o tempo não volta a atrás...
E no meio de tantas coisas que vão na minha cabeça... chega a Páscoa... 
A sugestão de hoje é uma das sobremesas típicas desta altura aqui por terras de Sua Majestade o Rei Filipe IV... " Leche frita"
Já faz muito tempo que a queria fazer e este fim de semana foi a desculpa perfeita para por as mãos na massa...
O destino quis que de uma só receita saíssem duas sobremesas.... e ainda bem.... pois nada melhor que aquecer a alma e o coração com algo doce...
Por isso hoje temos Leite frito caramelizado e Taças de creme de chocolate com frutos vermelhos....




Ingredientes:
600ml de leite
125g de farinha Maizena
125g de açúcar
raspa de 1/2 limão 
raspa de 1/2 laranja
uma vagem de baunilha
1 pau de canela
75g de cobertura de chocolate negro ( utilizei 70g de chocolate negro e uma colher de sopa de manteiga)
2 ovos
azeite virgem extra q.b.
framboesas q.b.
frutos vermelhos q.b.
algumas folhas de hortelã 




Preparação:
Verter 65g de farinha num tacho.
Aquecer o leite com 75g de açúcar, as raspas do limão e da laranja, o pau de canela e a vagem de baunilha aberta pela metade na longitudinal, até que começa a ferver.
Verter o leite sobre a farinha enquanto que a coamos com a ajuda de um coador.
Levar a mistura a lume brando até que espesse, mexendo com uma vara de arames.
Dividir a mistura em duas partes iguais.
Diluir o chocolate numa delas e misturar bem.
Encher dois moldes retangulares.
Deixar arrefecer e levar ao frigorífico pelo menos 3 horas.
Desmoldar e cortar em pedaços pequenos.
Passar cada retângulo pequeno pela restante farinha e pelo ovos batidos.
Aquecer uma sertã antiaderente com bastante azeite e fritar cada porção durante 1 minuto de cada lado para que fiquem douradas e não queimem.
Retirar e deixar escorrer o excesso de azeite sobre papel absorvente.
Polvilhar com um pouco de açúcar e caramelize com a ajuda de um maçarico.
Sirva morno ou frio com ou sem fruta a gosto.



Eu não tinha cobertura de chocolate e utilizei uma mistura de chocolate negro e manteiga que derreti no micro ondas. 
Na altura de desmoldar, por algum motivo que não consegui descobrir, o preparado de chocolate não estava solidificado...
Resolvi dividir-lo em taçinhas individuais e servi mais tarde acompanhado com fruta....
Afinal nada se perde tudo de transforma e se come... heheheheh...
Resultou numa fresca e saborosa sobremesa.
O leite frito ficou bastante aromático e assim caramelizado ficou diferente e com uma textura fantástica...
Acompanhei com framboesas... que casaram na perfeição...
O chef aprovou e claro eu fiquei com um sorriso de orelha a orelha...
A sugestão veio da revista Lecturas nº 27, "Postres"
E assim vamos contando os dias para o próximo fim de semana que será ( espero eu) junto da família e amigos...
Um grande abraço nosso e nunca se esqueçam que a vida são dois dias e um já passou.... usem e abusem do hoje... e sejam felizes.... sempre.... :)