quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Um bolo para celebrar...

Hoje é um dia especial cá em casa...
Um dia que marcou um inicio de vida a dois... e que estará sempre presente nas nossas vidas...
Com este já lá vão 15... 
Parece que foi ontem que vi a minha mãe chorar de felicidade... que vi os meus irmãos todos felizes e preocupados para que tudo nesse dia saísse perfeito...
Ainda me lembro das palavras que ele me sussurrou ao ouvido quando nos encontramos em frente ao Altar...
Foi sem dúvida um lindo dia de sol.... num Dezembro frio e chuvoso... 
O tempo passa mas o sentimento esse mantem-se.
Agradeço cada segundo ao seu lado com todos os bons e os maus momentos...
Pois com os maus aprendemos que vale a pena lutar por aquilo que amamos....e que sempre haverá um amanhã onde o sol brilhara com todo o seu explendor e é aí que os bons momentos chegam...
E se é para celebrar que seja com um delicioso Bolo de courgette gengibre e limão... 





Ingredientes:
250g de courgette com casca
3 ovos
½ colher de chá de gengibre em pó
uma pitada de sal
raspa da casca de 1 limão
130g de açúcar
200g de farinha
100g de azeite
2 colheres de chá de fermento em pó
açúcar em pó q.b.
framboesas e mirtilos




Preparação:
Pré aquecer o forno a 180ºC.
Ralar a courgette e reservar.
Numa taça, juntar os ovos e o açúcar e bater durante 10 minutos.
Adicionar o azeite em fio enquanto bate.
 Peneirar a farinha, o fermento e acrescentar a pitada de sal e a raspa do limão.
Juntar a farinha e a courgette de forma alternada, envolvendo sem bater muito.
Verter a massa numa forma untada e enfarinhada e levar ao forno durante 40 minutos ou até que um palito espetado na massa saia limpo.
Retire do forno e deixe arrefecer ligeiramente antes de desenformar.
Antes de servir, polvilhe com o açúcar em pó.
Decore com framboesas, mirtilos e uma folha de hortelã.



Resultou num bolo húmido e bastante aromático... 
A sugestão veio deste blog que gosto de visitar, o No Soup for you...
Como não tinha gengibre fresco utilizei gengibre em pó...
Como era um bolo para celebrar o amor... hehehheeh.... polvilhei com açúcar em pó e decorei com framboesas e mirtilos frescos... 
Gostei bastante desta combinação....e do resultado final.... fiquei feliz...
E assim se anda por estes lados.... transbordando alegria e amor...
Um grande abraço nosso e até breve...

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Uma truta deliciosa....

Depois de um fim de semana romântico e de puro relax regressa-se a casa e ás rotinas e viagens do dia a dia...
Para trás ficou uma experiência fantástica no Balneário de Puente Viesgo aqui na bonita Cantábria... 
Um lugar encantador e acolhedor... onde se desfrutou ao máximo a tudo aquilo a que se tinha direito...
Regressei com as pilhas carregadas e uma enorme vontade de repetir esta experiência encantadora...
E neste regresso... entre as lides de casa e os preparativos para as marmitas... liga-se o forno... e dá-se asas à imaginação... 
Hoje tivemos umas deliciosas e aromáticas Trutas no forno com limão e salsa... perfeitas para dar inicio a um novo ciclo de viagens.... 






Ingredientes (para dois):

2 trutas pequenas  

1 cebola

2 limões

3 dentes de alho

1 molhinho de salsa

sal q.b.

pimenta de moinho q.b.

azeite virgem extra q.b.

½ papaia

2 batatas grandes





Preparação:

Limpar e arranjar as trutas.

Lavar e secar a salsa, reservando um pouco para a decoração.

Num almofariz colocar os dentes de alho aos bocados, o molhinho da salsa, sal a gosto, pimenta de moinho, sumo de 1 limão e um pouco de azeite.

Triturar com cuidado e se necessário juntar um pouco mais de azeite.

Num pirex colocar a cebola cortada às meias luas.

Barrar as trutas por dentro e por fora com o preparado do almofariz e coloca-las sobre a cebola.

Colocar duas rodelas de limão dentro de cada truta.

Regar com um fio de azeite e levar ao forno pré aquecido a 180ºC por aproximadamente 30/40 minutos.

Acompanhar com a papaia cortada às fatias e as batatas fritas às rodelas.





As trutas ficaram mesmo muito saborosas... 
Gostei bastante do casamento do limão e da salsa.... 
A inspiração veio da minha querida cunhada Célia... que é uma apaixonada pela cozinha... 
Adoro vê-la cozinhar.... pois põe amor e paixão em tudo aquilo que faz...
E este foi o resultado de um dia desses onde ela preparou uma aromática e deliciosa truta...
Sei que a minha não está igual à dela... pois os ingredientes não foram os mesmos....mas o amor e a paixão esses estão lá...
O chef cá de casa adorou e claro.... já sabem.... eu fiquei com um sorriso de orelha a orelha... 
E assim regressamos às viagens... ao vai e vem... ao frio.... ao abre e fecha camião... enfim... à realidade do dia a dia...
Um grande abraço nosso e até ao regresso....


quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Um bolo e as contradições do tempo frio...



Finalmente chegou o frio... 
Gosto particularmente desta época do ano... gosto dos cheiros... do frio... das cores... dos ruídos... 
Gosto de entrar na cozinha e sentir o calor do fogão e do forno...
Gosto de me aquecer com uma boa chávena de chocolate quente ou um delicioso café...enquanto faço o teste de qualidade numa generosa fatia de bolo acabado se sair do forno...
Se gosto do frio a nível pessoal já no que diz respeito ao trabalho... a coisa muda mais ou menos...
Não gosto quando temos que abrir e fechar o reboque quando está a chover como se não houvesse amanhã...
Mas gosto de ouvir a chuva a cair no camião quando estou na cama a contar carneiros...
Não gosto quando temos que seguir viagem quando está a nevar... pois o medo invade o pensamento...
Mas delicio-me com toda a magia a preto e branco...
Não gosto quando está um vento gelado que mais parece que alguém deixou a porta do congelador aberta... mas gosto de esconder as minhas orelhas num gorro...
Não gosto de lavar a loiça no camião quando a temperatura teima em baixar... mas gosto de desfrutar de uma boa refeição feita com amor...
Contradições.... e paixões.... vamos lá entender...
O que importa mesmo é saber que aconteça o que acontecer tenho sempre alguém a meu lado para o que der e vier... e se for para partilhar este delicioso Bolo invertido de kiwi com sementes de papoila e chocolate melhor...





Ingredientes:
5 kiwis
50 g de açúcar moreno de cana
250 g de açúcar branco
110 g de manteiga sem sal
4 ovos médios
1 dl de leite
1 rodela de limão
225 g de farinha com fermento
sementes de papoila q.b.
chocolate picado finamente q.b.


Preparação:
Untar uma forma redonda com 40 g de manteiga derretida. Polvilhar a base da forma com o açúcar moreno.
Descascar e cortar em rodelas os kiwis. Dispor as rodelas na base da forma.
Num recipiente, adicionar ao leite o sumo da rodela de limão. Deixar repousar pelo menos 5 minutos. Irá obter um leite mais espesso.
Numa taça, bater a restante manteiga com o açúcar branco. Adicionar os ovos um a um, mexendo bem entre cada adição.
Adicionar a farinha alternadamente com a mistura de leite.
Juntar as sementes de papoila e o chocolate picado.
Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 45 minutos. Deixar arrefecer uns minutos e desenformar.


Gostei bastante desta combinação....  
A textura das sementes de papoila e o chocolate casa na perfeição com o sabor inconfundível do kiwi...
A sugestão veio de um blog que adoro visitar.... O cinco quartos de laranja....
Como não tinha kiwis de polpa amarela utilizei os normais... e acrescentei as sementes de papoila e o chocolate picado... 
Tal como a Laranjinha diz... a cada fatia que se come... apetece outra e outra... 
O chef cá de casa deliciou-se e claro já sabem... eu fiquei com um sorriso de orelha a orelha...
Vale a pena experimentar....
A semana já lá vai... as viagens essas... têm sempre algo diferente... 
Um abraço nosso e até ao regresso....

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Um arroz para dias de chuva e não só...

Finalmente consegui dar nova vida ao meu computador... :)
Por momentos... aliás dias... pensei que o meu computador tinha chegado ao fim.... fiquei tão triste pois o pouco trabalho que tinha estava todo aí...
Pedi logo ajuda ao chef cá de casa... e por instantes pensei... porque é que eu não lhe dei ouvidos e copiei tudo para uma memoria externa... mas prontos... o que estava feito feito estava e já não havia volta atrás... Depois de vários dias... já não tinha esperança de recuperar o velhinho computador e pensei mesmo que o melhor seria começar do zero outra vez... 
E quando estava já a juntar todo o material eis que recebo uma boa noticia... O meu computador saiu do estado vegetativo.... estava pronto para mais uns tempos de trabalho...
Não será necessário dizer que a primeira coisa que fiz foi copiar tudo para uma memoria externa... nunca se sabe... ;)
A segunda foi escolher a sugestão de hoje.... 
Um delicioso Arroz de picantones com pimentos e azeitonas pretas.... uma sugestão perfeita para estes dias de chuva e não só...





Ingredientes (para dois):
2 picantones
2 chalotas
azeite virgem extra q.b.
2 alhos
tomilho fresco
sal e pimenta de moinho q.b.
1 pimento vermelho
1 colher de sopa de pimentão doce
2 tomates maduros
1 cálice de vinho branco
1 chávena de arroz para risotto
100g de azeitonas pretas
cebolinho



Preparação:
Limpar os picantones, cortar as asas, as coxas, as sobre coxas, os peitos e reservar.
Cortar a chalota em laminas e o resto dos picantones em pedaços.
Num tacho colocar um fio de azeite, deixar ficar bem quente e colocar os pedaços restantes dos picantones e deixar cozinhar por cinco minutos mexendo de vez em quando.
Deixar ganhar cor.
Colocar a chalota e deixar cozinhar por mais 5 minutos.
Acrescentar 1 litro de água e deixar ferver em lume brando por 30 minutos.
Reservar.
Numa sertã colocar as asas, as coxas e as sobre coxas.
Deixar cozinhar por 5 minutos.
Temperar com um pouco de sal, pimenta de moinho, uma haste de tomilho fresco e os alhos esmagados.
Deixar dourar de ambos os lados.
Cortar o pimento vermelho em quadrados pequenos e juntar à carne.
Deixar cozinhar por 3 minutos. Acrescentar o pimentão doce e os tomates ralados.
Cozinhar por 5 minutos.
Acrescentar o vinho e deixar evaporar.
Juntar o arroz e deixar cozinhar por mais 3 minutos mexendo de vez em quando.
Acrescentar o caldo coado e retificar de sal.
Deixar cozinhar até o arroz abrir, acrescentando caldo se necessário.
Juntar as azeitonas picadas e deixar repousar.
Grelhar os peitos temperados com um pouco de sal e pimenta de moinho.
No prato de servir colocar o arroz, o peito cortado em fatias e regar com um fio de azeite e o cebolinho picado.




Resultou num delicioso, aromático e caldoso arroz... de comer e chorar por mais...
As azeitonas casam perfeitamente com este arroz... e as duas texturas diferentes dos picantones deixou-nos deliciados...
Uma sugestão perfeita para aqueles dias que procuramos o conforto num prato de comida...
A sugestão veio de um programa de cozinha que de vez em quando vejo e gosto muito "Torres en la cocina"...
Gosto muito das suas sugestões... simples... requintadas... saborosas... e acima de tudo gosto de ver a sua simpatia e profissionalismo na cozinha...
Impossível não ficar com agua na boca... 
Apenas adaptei com os ingredientes que tinha cá por casa... 
O chef cá de casa adorou este arroz... e eu fiquei feliz... e com um sorriso de orelha a orelha como este que tenho por ver o meu computador velhinho e que me acompanha faz já mais de 10 anos regressar de umas férias curtas...
Nós cá vamos outra vez... pois o trabalho não para... e desta vez vamos de caminho à Alemanha...
Um grande abraço nosso e até ao regresso...